Remo: após gol contra, zagueiro Rafael Jansen e sua família sofrem ameaças; Polícia assume o caso

Remo: após gol contra, zagueiro Rafael Jansen e sua família sofrem ameaças; Polícia assume o caso

O Remo voltou a vencer na Série B, mas as ameaças contra jogadores e suas famílias também retornaram. Assim como ocorreu com o atacante Edson Cariús, que deixou o Remo, o zagueiro Rafael Jansen foi a “bola da vez” nas ameaças.

Jansene sua esposa foram ameaçados por um perfil fake, que pediu para o jogador deixar Belém antes que seja tarde e que a torcida sabe onde ele mora e onde a filha de Jansen estuda.

“Vão embora de Belém antes que seja tarde demais. A torcida sabe onde vocês estão morando. Sua filha está na escola perto do (local) e seu marido não representam o time. Aqui é Leão, p***. Se não vamos pegar a tua filha no (local onde ela estuda). Pede para sair, fica melhor para todo mundo. Sua esposa e sua filha agradece”, escreveu o perfil.

O Remo se posicionou nas redes sociais e chamou de criminosos quem fez as ameaças. O clube informou também que não irá tolerar violência contra os atletas, comissão técnica e funcionários, diretoria e colaboradores, além de tomar as providências cabíveis e que o departamento jurídico assumiu o caso junto com a polícia.

“Após a partida da última quarta-feira, o zagueiro Rafael Jansen sofreu duras ameaças contra sua família, através de um perfil fake de criminosos que se dizem torcedores.O Clube do Remo não irá tolerar atos de violência contra atletas, comissão técnica, funcionários, diretores e colaboradores, pois entendemos que a integridade física do ser humano está acima de qualquer resultado ou desempenho do time.

Temos plena convicção de que estamos em uma fase difícil dentro de campo e estamos trabalhando muito para mudar esse quadro, mas nada justifica esse terrorismo sem sentido, que inclusive já aconteceu com outros atletas anteriormente. Sabemos que tais criminosos não representam a grande massa do Fenômeno Azul e estamos tomando as providências cabíveis para achar os responsáveis pelas ameaças. O caso já está sendo tratado pelo nosso departamento jurídico, juntamente com as autoridades policiais”.

Fonte O Liberal

Close Menu