PF resgata 4 trabalhadores e encontra até caranguejeira em alojamento

PF resgata 4 trabalhadores e encontra até caranguejeira em alojamento

Quatro trabalhadores em situação análoga à de escravos foram resgatados durante ações realizadas entre os dias 4 e 11 deste mês pela Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público do Trabalho em propriedades rurais de Novo Repartimento, Palestina do Pará e Pacajá.

Conforme a Polícia Federal, foram realizadas várias fiscalizações em áreas rurais localizadas no sudoeste do estado do Pará. O objetivo era identificar e resgatar pessoas que poderiam estar trabalhando em condições irregulares.

Ao longo dos dias, a equipe de policiais ouviu vários trabalhadores e responsáveis pelas áreas para averiguar as condições de trabalho oferecidas aos empregados.

O intuito principal foi assegurar o fornecimento de requisitos mínimos para que os funcionários realizarem as atividades de maneira digna, já que o trabalho análogo à escravidão é um crime de grande impacto negativo humano e social.

No decorrer das ações foram constatadas diversas irregularidades trabalhistas, tais como pessoas trabalhando sem registro e assinatura de Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como ausência de exames médicos admissionais e não fornecimento de EPIs.

O fato mais grave foi a identificação de um estabelecimento com péssimas condições de higiene no alojamento. Era uma casa de madeira que servia de dormitório, compartilhado por homens e mulheres, onde não havia porta de separação entre os cômodos. Havia, ainda, grandes frestas entre as tábuas permitindo o ingresso de animais peçonhentos, inclusive foi localizada uma aranha caranguejeira no local.

A água para consumo era de um poço artesiano que provia o líquido sem condições para beber e também não havia banheiro para realizarem as necessidades humanas básicas, sendo necessário que os trabalhadores realizassem no mato, além de não haver um local adequado para a armazenar alimentos, tendo que utilizarem a tática de salgar as carnes para poder conservá-las, deixando-as expostas ao ambiente e à contaminação.

Fonte Portal de Carajás

Close Menu